Cuidar da casa Comum

A Igreja ao serviço
da Ecologia Integral

Newsletter n.º 11 ‒ 11 novembro 2019

A destruição do ambiente humano é um facto muito grave, porque, por um lado, Deus confiou o mundo ao ser humano e, por outro, a própria vida humana é um dom que deve ser protegido de várias formas de degradação. Toda a pretensão de cuidar e melhorar o mundo requer mudanças profundas «nos estilos de vida, nos modelos de produção e de consumo, nas estruturas consolidadas de poder, que hoje regem as sociedades» [João Paulo II, Centesimus annus 58]. (Laudato si' 5)

reader

Têm vindo a multiplicar-se as manifestações e protestos de populações em diferentes continentes. Por todo o lado surgem focos de agitação, instabilidade e conflitos que nos levam a ler a citação acima, da Laudato si’, com outro entendimento. A mudança está no ar, mas o seu rumo depende cada vez mais da resposta que se der às aspirações das comunidades e grupos, que procuram horizontes de esperança em que caibam os sonhos e não perspectivas sombrias de condições de vida mais duras e difíceis de assegurar.
A fim de procurar melhor compreender e acompanhar a mudança com discernimento, e na sequência do Sínodo sobre a Amazónia, a Rede promove a conferência Novos caminhos para a Igreja e para a ecologia integral, com a presença do Padre Corrado Dalmonego, antropólogo que faz parte da Repam (Rede Eclesial Panamazónica), e o Irmão Carlo Zacquini, um missionário da Consolata que vive há 50 anos na Amazónia.
Este é o primeiro destaque para que chamamos a sua atenção, mas há mais por aqui a baixo, sem esquecer a página do Facebook.

Novos caminhos para a Igreja e para a ecologia integral

conferência 23nov19 - cartaz
É o tema que será desenvolvido por dois oradores da Amazónia, numa conferência que assinala os dois anos da rede Cuidar da Casa Comum.
Ler mais.

Os pobres e descartados são prioridade

É indispensável «valorizar o pobre na sua bondade própria, com a sua forma de ser, com a sua cultura, com o seu modo de viver a fé».
Ler mais.

sem-abrigo

Seriíssima emergência climática, avisam 11 mil cientistas

inundações nos campos
São mais de 11 mil os cientistas, de 153 países, que subscreveram um artigo afirmando a urgência de mudanças para evitar “inaudito sofrimento humano”.
Ler mais.

Bispos apelam a uma ecologia integral

Do Green Deal deverão resultar «políticas ecológicas que promovam o desenvolvimento humano integral».
Ler mais.
cenário atractivo na Europa

Veja como foi o Sínodo da Amazónia com o MCGC

Enquanto decorria o Sínodo da Amazónia, o Movimento Católico Global pelo Clima (MCGC) propôs várias modos de nos “mantermos na mesma onda” e até de agir.
Ler mais.
Sínodo da Amazónia

Manuela Silva

flores amarelas
26jun1932 - 7out2019
– Ficámos mais pobres?…
– Não. Deixou-nos mais ricos!
Ler mais.

Pela mudança e pelo cuidado da Casa Comum

Vão caminhar pela casa comum
Laura e Madalena resolveram empreender «uma “caminhada pela mudança e pelo cuidado da Casa Comum” até ao Vaticano».
Ler mais.

Entrevista a Juan Ambrósio

Dois dias antes do encontro Também somos Terra, Juan Ambrósio foi entrevistado no programa da Agência Ecclesia na RTP2, também sobre o cuidar da casa comum e a Rede em geral.
Ler mais.
Vão caminhar pela casa comum
LogoCCC_peq
MailPoet