O Prémio Pessoa 2018 foi atribuído ao investigador Miguel Bastos Araújo, especialista em Biogeografia e considerado um dos maiores especialistas mundiais em alterações climáticas e biodiversidade.

A justificar a sua escolha, o júri afirma querer dar “um sinal claro de que o conhecimento, a ciência com consciência eas políticas públicas nela inspiradas são indispensáveis para alimentar a esperança num futuro sustentável”.  Pode ler a notícia mais desenvolvida aqui.